Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

"MAR DE GAIVOTAS"

A fotografia de André Boto, colaborador habitual da nossa Associação, que venceu o Concurso da National Geographic Magazine. Parabéns André!

 

 

 

A fotografia é feita de ocasiões, momentos que param no tempo para que nós (que tentamos ver o mundo com outros olhos) tenhamos a oportunidade de comunicar com a nossa linguagem, a linguagem fotográfica.
Quando começamos algo nem dúvidas temos, estas só surgem com a experimentação e à medida que se vai aprendendo. Foi assim que eu comecei, por gostar de imagem, por querer com ela contar histórias ou apenas por a imagem me agradar.
Existe sempre uma intenção que me leva a fotografar algo de determinada forma, mesmo que não a saiba exactamente descrever ou explicar por palavras, pois nesse caso seria poeta e não fotógrafo.
Minha acompanhante nos últimos tempos, a máquina costuma estar sempre a jeito de poder disparar, o que me ajudou e ajuda a poder estar mais próximo daquele a que chamamos “o momento”, os instantâneos que esporadicamente vemos acontecer à nossa frente. Foi desta forma que me habituei a fotografar um pouco de tudo.
Tentando de alguma forma fazer diferente, tento explorar a técnica, conceito, composição e mais recentemente a edição (fotomontagem). No caso da fotomontagem, o objectivo pode ser criar algo surreal ou na tentativa de mostrar que a fotomontagem não serve apenas para criar aberrações mas pode ser utilizada com o intuito de recrear ambientes completamente realistas e possíveis de forma plausível.
No caso desta imagem, foi um daqueles momentos espontâneos, que com alguma persistência e paciência esperei que acontecesse. Ao contrário do que vai sendo o meu trabalho mais recente, esta imagem praticamente não tem edição (apenas ajustes de contrastes).
                                                                                                                                                                  André Boto

publicado por umquartoescuro às 09:17
link do post | comentar | favorito